DOÊNÇAS TIREÓIDE


O que é a Tireóide?
Que doença podem acometer a Tireóide?
O que é Hipertireoidismo?
O que é Hipotireoidismo?
O que é o Bócio?
Como se avalia se uma pessoa tem doença da Tireóide?
Como é realizado o tratamento das doenças da Tireóide?
Qual a possibilidade de nódulos sólido ou misto da Tireóide vir a ter diagnóstico de Câncer?
Todo nódulo de Tireóide deve ser aspirado ou puncionado?
Tem alguma complicação depois de uma punção por agulha fina?
O câncer pode espalhar depois da punção aspirativa com agulha fina(PAAF)?
Quem está habilitado a fazer a punção por agulha fina?
Como posso saber se o câncer se espalhou pelos gânglios linfáticos do pescoço?
Qual seria o tratamento dos tumores malignos da Tireóide?


O que é a Tireóide?

É uma glândula localizada na região anterior do Pescoço, que produz os hormônios tiroxina (T4) e triiodotironina (T3). Estes hormônios tem importante papel no metabolismo de todo o nosso organismo.


Que doença podem acometer a Tireóide?

As mais comuns são:
  • Hipertireoidismo, quando ocorre a produção em excesso de hormônios tireoideanos.
  • Hipotireoidismo (produção diminuída de hormônios tireoideanos) 
  • Bócio (aumento da glândula Tireóide)
  • Nódulos, único ou múltiplos


O que é Hipertireoidismo?

Hiper significa muito. Logo, todo o corpo funciona de forma acelerada, devido ao excesso de hormônio tireoideano no organismo. Os principais sintomas são: palpitações, nervosismo, insônia, pele quente e suores intensos, tremores das mãos, perda de peso, aumento das evacuações diárias e alterações oculares entre outras.

O que é Hipotireoidismo?

O organismo sofre com a desaceleração de suas funções devido ao baixo nível dos hormônios tireoideanos. Os sintomas mais freqüentes são: desânimo, sonolência, diminuição da memória, câimbras, aumento de peso, edema (inchaço), voz rouca, cabelo fino e fraco, pele seca e constipação intestinal.

O que é o Bócio?

O bócio pode ocorrer tanto no hiper quanto no hipotireoidismo ou até mesmo em uma glândula que funcione normalmente. Pode ocorrer o aumento de toda a glândula ou a formação de um ou mais nódulos, desde os imperceptíveis até os grandes nódulos, bem aparentes (bócio nodular). Geralmente esses nódulos são benignos ou malignos.

Como se avalia se uma pessoa tem doença da Tireóide?

Através da dosagem de seus hormônios T3, T4, e o hormônio que os controla chamado de TSH.

A dosagem de TSH é recomendada nas mulheres acima de 50 anos e nos homens acima de 60 anos. Alguns profissionais já recomendam a dosagem de TSH nas mulheres acima de 35 anos.

Para avaliação dos nódulos, os exames mais freqüentes solicitados são: a ultra-sonografia, a punção biópsia com agulha fina, o estudo citológico do material recolhido do nódulo, a cintilografia, os anticorpos antiperoxidase, antitireoglobulina, tireoglobulina, calcitonina, entre outros.

Como é realizado o tratamento das doenças da Tireóide?

O tratamento é realizado de acordo com a doença apresentada:
  • Hipotireoidismo – Faz-se a reposição do hormônio que a glândula está sendo incapaz de produzir.
  • Hipertireoidismo – têm-se medicamento específico; Tratamento com iodo radioativo; Cirurgia.
  • Nódulos – Cirurgia. Certos casos iodo radioativo ou injeção de álcool.
O médico, ao suspeitar de uma doença tireoideana, selecionará os exames necessários e o tratamento indicado para cada caso.


Qual a possibilidade de nódulos sólido ou misto da Tireóide vir a ter diagnóstico de Câncer?

Após os exames de ultra-sonografia, punção biópsia com subseqüente citologia a possibilidade do nódulo ser benigno em nosso meio é de 85% e de 15% para câncer.


Todo nódulo de Tireóide deve ser aspirado ou puncionado?

Os especialistas em vários centros do mundo que lidam com doenças da Tireóide tem por base puncionar nódulos que tenham mais de 10mm no seu maior diâmetro, salvo algumas exceções como os nódulos císticos devido a sua baixíssima possibilidade de albergar tecido maligno.


Tem alguma complicação depois de uma punção por agulha fina?

A grande maioria dos pacientes não experimenta qualquer tipo de complicação, exceto pequeno dolorimento local. Raramente ocorre pequena hemorragia local com formação de hematoma que regride 2 a 3 dias após.


O câncer pode espalhar depois da punção aspirativa com agulha fina(PAAF)?

A resposta é negativa.


Quem está habilitado a fazer a punção por agulha fina?

Todo médico treinado em centro especializado.
Nódulo maior que 2-3 cm, que permita facilmente a sua palpação pelo examinador, poderá ser puncionado no consultório e encaminhado para laboratório externo.
Nódulos menores e não fáceis de serem palpados, deve ser realizado com o auxílio da ultra-sonografia que orienta e conduz a agulha até o nódulo, possibilitando retirada de material para exame.


Como posso saber se o câncer se espalhou pelos gânglios linfáticos do pescoço?

Se o paciente tiver uma citologia positiva para carcinoma papilífero ou carcinoma folicular de Tireóide, o melhor método é o exame de ultra-sonografia, realizado por profissional de boa capacidade técnica, competente, experimentado e de sua paciência em verificar nos vários setores onde se localizam gânglios cervicais para fazer o diagnóstico.


Qual seria o tratamento dos tumores malignos da Tireóide?

Cirurgia.


 
 
Clínica Dr. Jorge Marcos Braz - Cirurgia de Cabeça e Pescoço - Dermatologia Cirúrgica e Estética
Copyright © 2008 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por www.samsite.com.br